Expedição Serra do Rio do Rastro e Serra da Serpente: Mototurismo, aventura e amizade !

 

O grupo de motociclistas de BH, SENTA A PÚA,  realiza sua primeira aventura de mototurismo em território nacional com 7 integrantes. A escolha não poderia ser outra senão as emblemáticas SERRA DO RIO DO RASTRO E RASTRO DA SERPENTE.

Se há no Brasil algum lugar que inspire qualquer motociclista a fazer uma viagem daquelas que ficam marcadas para sempre na memória, esse lugar é, sem dúvida, a Serra do Rio do Rastro. Essa estrada liga Lauro Müller a Bom Jardim da Serra e São Joaquim e faz parte da região turística das Serras Catarinenses, terra privilegiada pela natureza, tanto pelo relevo e rios quanto pela vegetação serrana exuberante.

A parte espetacular da estrada tem apenas 6,6 km de extensão, mas faz a viagem valer a pena. Num espaço de pouco mais de 8 km lineares, sobe-se aproximadamente 670 metros, chegando-se aos 1.421 metros acima do nível do mar (altitude do mirante).

Como apaixonados pelo mototurismo, não poderíamos deixar de “serpentear” numa das estradas mais cobiçadas pelos motociclistas, as rodovias SP-250 e BR-476, que ligam os estados de São Paulo e Paraná, esse trecho tem o apelido de Estrada Rastro da Serpente.

A Estrada da Serpente inicia no município de Capão Bonito-SP, seguindo por Guapiara-SP, Apiaí-SP, Ribeira-SP, Adrianópolis-PR, Bocaiúva do Sul-PR e finalizando em Curitiba-PR. Estas rodovias juntas, tem a extensão de 261km de curvas e belas paisagens, que merecem respeito e muita atenção. São mais de 1.200 curvas e muitas delas bem fechadas.

O grupo se dividiu em duas equipes. A primeira com dois integrantes (Alessandro e Nelson) saiu de BH no dia 10/08/17 e realizou um trajeto que incluiu as cidades de ATIBAIA SP, MORRETES PR ( Estrada da Graciosa) e IMBITUBA SC. Na praia de Imbituba o segundo grupo (Romero e Ariane, André e Ivan) se une ao primeiro e seguem juntos para Lauro Muller SC. De lá partem para a Serra do Rio do Rastro até Lages. Depois seguem para Sorocaba PR e de lá para BH.

Todos chegam juntos no dia 15/08/17. Foram mais de 3.400 Km rodados. uma aventura e um grande desafio, pois metade do trajeto aconteceu com temperatura média de 15 graus e muita chuva !

 

SENTA a PÚA !

Sunset Moeda

A rampa de decolagem da Serra da Moeda em Brumadinho, distante 30 Km de BH, é um local privilegiado para voar no fim de tarde. O pouso em um campo de futebol proporciona uma vista deslumbrante para oeste, morada do pôr do sol mais lindo da região !

Biossíntese 4 – Pteridófitas e líquens

A série Biossíntese chega ao seu episódio 4. Enquanto caminho pela margem da Lagoa dos Ingleses a cada passo encontro a oportunidade de apresentar os grandes grupos vegetais ! No episódio 2 os pinheiros me ajudam a contar como as Gimnospermas tornam-se independentes da água do ambiente para a reprodução. Pouco mais adiante é a vez de conversarmos sobre o sucesso evolutivo das Angiospermas, o episódio 3 é o mais longo de todos e justifica-se, pois esse grupo inovou com as flores atrativas e os frutos. Fechamos nossa jornada bem próximos da água, em um barranco crescem samambaias. O primeiro grupo vascularizado de plantas. O aumento do porte é uma vantagem que será discutida neste episódio !

NAMASTÉ

Biossíntese 3 – As Angiospermas

A série BIOSSÍNTESE apresentada aqui busca revelar em imagens um pouco da biologia tratada em sala de aula. Um passeio ao ar livre que nos permite de forma objetiva conectar a teoria com a prática. A biologia ao alcance de todos nós, bastando um olhar treinado a “VER” pelo caminho conteúdos do programa dos vários vestibulares e ENEM.

Biossíntese 2 – As Gimnospermas

A série BIOSSÍNTESE apresentada aqui busca revelar em imagens um pouco da biologia tratada em sala de aula. Um passeio ao ar livre que nos permite de forma objetiva conectar a teoria com a prática. A biologia ao alcance de todos nós, bastando um olhar treinado a “VER” pelo caminho conteúdos do programa dos vários vestibulares e ENEM.

Biossíntese 1 – Líquens e Briófitas …

A série BIOSSÍNTESE apresentada aqui busca revelar em imagens um pouco da biologia tratada em sala de aula. Um passeio ao ar livre que nos permite de forma objetiva conectar a teoria com a prática. A biologia ao alcance de todos nós, bastando um olhar treinado a “VER” pelo caminho conteúdos do programa dos vários vestibulares e ENEM.

Sentando a Púa em Lavras Novas de Quadriciclos !

Os amigos sentapuenses reúnem-se para mais um passeio. O destino é a cidade de Lavras Novas, mas diferente de outras vezes agora todos trocarão suas motos por quadriciclos. As trilhas da Estrada Real, cachoeiras, muita lama e alegria na comemoração dos 2  anos de grupo SENTA A PÚA !

Sentando a Púa de Quadriciclos em Lavras Novas ! from Alessandro Tocafundo on Vimeo.

Bernoulli no Caraça

Álbum de fotos

Brumas da Moeda …

A face oeste da rampa de vôo-livre da Serra da Moeda em BH é voltada para o vale do rio Paraopeba. No inverno, um fenômeno raro pode ocorrer: um enorme tapete de nuvens baixas o cobre por completo. Tive não só o privilégio de testemunhar este espetáculo como também de registrá-lo ao longo de 80 minutos. A técnica utilizada foi o TIME-LAPSE. A cada 10 segundos a câmera fotografou a cena. Ao todo foram 180 fotos que ao serem apresentadas em um curto intervalo de 16 segundos mostram o descortinar das nuvens revelando todo o vale. Em seguida, para a composição final do vídeo busquei o início de uma música composta por Marco Antônio Araújo. Instrumentista mineiro. Vejam, ouçam e VOEM !!!

Brumas da Moeda from Alessandro Tocafundo on Vimeo.