PATAGÔNIA

untitled-507

Fim de tarde em PUERTO NATALES, CHILE

Um sonho realizado ! Em breves palavras é assim que descrevo minha jornada pela PATAGÔNIA. Foram 20 dias registrados em diário de viagem que pretendo transformar em um post no blog: NAS ASAS DA HARPIA.  Poucas roupas, basicamente aquelas que usamos para enfrentar o frio.  Uma máquina fotográfica, duas lentes e um tripé. Disposição para caminhar muito, fotografar também, mas a PATAGÔNIA me ensina uma lição: o clima aqui NUNCA é previsível ! Foram dias dedicados a percorrer parques nacionais deslumbrantes como o LOS GLACIARES na Argentina e TORRES DEL PAINE no Chile, entretanto as condições de LUZ para retratar toda aquela beleza raramente foram as ideais. Compreendi e aceitei a condição que o lugar me impôs. Desfrutei de cada trilha e de cada “mirador”,  fiz as devidas pausas para descanso e contemplação e pude elevar-me até os picos mais altos, de corpo e alma.

untitled-168-2

Vale do rio de LAS VUELTAS, EL CHALTÉN – Argentina

Planejei uma degustação na verdade. Aproveitei para experimentar um pouco de cada lugar que por sí só tem potencial para muitos dias de permanência: EL CHALTÉN é um exemplo. Um vilarejo que possui o título de capital Mundial do trekking ! Fiquei por alí 4 dias. Muita chuva e vento, mas foi o suficiente para constatar que é um destino perfeito para os amantes das caminhadas e acampamentos. Outra referência para a prática do trekking é TORRES DEL PAINE. Há um circuito clássico, muito bem planilhado conhecido como “W” que os mochileiros levam em média 10 dias para percorrer. Passam por campings e refúgios e caminham por trilhas com diversas paisagens, de gigantescos glaciares a lagos e florestas.

untitled-409

TORRES DEL PAINE – Chile

Ainda no Chile viajei mais ao sul para conhecer a emblemática PUNTA ARENAS. Porta de entrada para o ESTREITO DE MAGALHÃES. Aliás cabe aqui destacar o quanto os chilenos são cuidadosos e detalhistas na composição do acervo de seus museus. A importância histórica e cultural de cada cidade está documentada e é apresentada de forma muito didática, aprende-se muito e o que é melhor, vivenciamos a história através dos passeios sempre guiados por profissionais que dominam o assunto. Aproveito para Vsitar a maior pinguineira fora da Antártida: ISLA MAGDALENA.

untitled-734

ISLA MAGDALENA, parque nacional que abriga a maior pinguineira fora da Antártida – Chile

Atravesso o estreito de Magalhães e finalmente tenho a oportunidade de conhecer a TERRA DO FOGO em território Argentino. Sua capital é USHUAIA, considerada a cidade mais austral do Mundo. Para um biólogo a viagem tem um valor especial, afinal o naturalista Charles Darwin navegou à bordo do H.M.S BEAGLE por essa região. A fauna e flora da Terra do Fogo foram estudadas por ele e ajudaram a compor argumentos para a teoria da evolução.

untitled-113-2

ISLA DE LOS LOBOS, USHUAIA – Argentina

Rumo ao norte, já no caminho de volta para casa, faço uma parada estratégica na PENÍNSULA VALDES. Um santuário na costa atlântica da Argentina com grande diversidade de animais. Visito uma colônia de elefantes marinhos e a maior pinguineira continental do planeta em PUNTA TOMBO.

untitled-658-2

Pinguim de magalhães, habitante da maior colônia continental em PUNTA TOMBO – Argentina

Foram milhares de quilômetros percorridos de avião, ônibus, trem, barco e à pé. Quartos individuais e coletivos, banheiros privados e compartilhados, comunicação em inglês e espanhol, pouco tempo para dormir e comer. Foram 20 dias apenas, mas uma experiência que vale por meses e até mesmo anos de existência. A oportunidade de conhecer não só lugares e pessoas, mas principalmente a si mesmo. Aprender que é fundamental escolhermos novos destinos sempre e que as descobertas não estão na chegada e sim ao longo da caminhada, a cada passo dado.

Gostaria de compartilhar com você mais imagens da PATAGÔNIA. Para aceitar o convite e embarcar nessa viagem fotográfica basta clicar sobre a imagem abaixo:

untitled-450-2

 

 

 

Maquiar, casar e festejar no mesmo espaço: comodidade, conforto e segurança !

Ela quer casar e te contrata para documentar  TUDO: making-of, cerimônia e recepção !  Até aí a satisfação do fotógrafo está garantida, mas tem um detalhe: making-of é na zona leste da cidade, cerimônia na zona oeste e a recepção na zona sul ! É muito importante que no planejamento do evento os casais fiquem atentos à questão do deslocamento dos profissionais da fotografia e dos convidados. É grande o risco de atraso se considerarmos a possibilidade do trânsito dificultar o acesso aos locais, além da demora para encontrar uma vaga de estacionamento. Junte-se a isso a possibilidade de um assalto, afinal todo o equipamento de fotografia profissional que carregamos vale uma pequena fortuna e já existem quadrilhas organizadas para esse tipo de furto.

Nesses 3 anos de atuação no mercado de casamentos percebo que felizmente é cada vez maior o número de eventos em  que TUDO se concentra em um único local. Há muitas vantagens: evitam-se atrasos e contratempos que comprometem a cobertura fotográfica, a montagem do equipamento é feita uma única vez,  há mais tempo para que o fotógrafo possa avaliar o potencial do ambiente e assim definir com calma o local para as fotos dos pais e padrinhos. Há também maior interação com os profissionais do cerimonial que detalham as etapas do evento.

O casamento da Gabriela e do Frederico é um bom exemplo do que acabei de explicar. Minha equipe chegou às 19:30 horas e por 30 minutos nos dedicamos à fotografia da ornamentação. Ainda não haviam convidados circulando pelo salão, pois o mesmo seria aberto apenas às 20:00 horas. Quando a cerimônia e a festa acontecem em locais distintos, tanto os convidados quanto a equipe de fotógrafos deslocam-se juntos para o salão de recepção. Fotografar a ornamentação com os convidados buscando seus lugares ou já  acomodados nas mesas não é a situação ideal.

Gabriela & Frederico-18   Gabriela & Frederico-79    Gabriela & Frederico-187

Gabriela & Frederico-278

A noiva chegou às 20:40 horas. Pude ficar com ela  por 20 minutos realizando as primeiras fotos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

+ Mais»

Bouquet : Lançar ou não lançar, eis a questão !

Na fotografia de casamentos existem momentos especiais e que por essa razão precisam ser registrados com o máximo de precisão e uma boa dose de arte. Um deles é o lançamento do bouquet. Aquele arranjo sairá das mãos de uma noiva animadíssima, voará numa trajetória muitas vezes difícil de prever e cairá em meio a um grupo de convidadas alucinadas para concretizar o sonho de agarrá-lo !

14464153222_45da1c352d_k

Vanessa estava próxima das amigas. Lançou bem para o alto ! Perfeito !

10310966246_2ad1c6aa5b_k

As amigas da Patrícia estavam mais distantes ! Força combinada com precisão e bouquet no alvo !

Recentemente eu e minha equipe conhecemos uma nova forma da noiva compartilhar com suas amigas o tão desejado bouquet. Ele foi cuidadosamente colocado em uma redoma de acrílico e trancado a cadeado. Aliás o cadeado estampava as inicias dos noivos.

+ Mais»

Casar de dia !!!

Vai se casar ? Faz questão de ter tudo registrado em fotos e vídeo ? Então ouça seu fotógrafo antes de tudo ! Vou explicar: A composição de uma bela imagem depende de alguns fatores e dentre eles podemos destacar A LUZ e O CENÁRIO. Nossas câmeras são de última geração e possuem recursos que nos permitem compensar a baixa luminosidade de um ambiente, mas comprometerá a qualidade. Portanto, se o casal ainda não escolheu o horário para a realização do evento, a melhor opção é durante o período iluminado do dia. Nada se compara à LUZ NATURAL, mesmo que ela esteja apenas entrando por janelas e portas iluminando o cenário do casamento.

Casamento Vanessa & Pedro

+ Mais»

O que é uma E-SESSION ?

A própria expressão já nos dá uma pista, afinal o “E” vem da palavra “Engagement” que significa NOIVADO em inglês. Trata-se de uma sessão de fotos que antecede ao casamento e celebra aquele momento de expectativa dos noivos diante dos preparativos para o mesmo. A descontração é o fio condutor para a criação de imagens. Juntos, fotógrafo e casal,  escolhem uma locação que permita grande diversidade de ambientes e assim pode-se aproveitar ao máximo as horas dedicadas ao ensaio fotográfico. Alguns casais optam por fazer o E-Session onde eles se conheceram ou passaram por momentos marcantes no período do namoro. O importante é que não há um roteiro pré-estabelecido e assim a CRIATIVIDADE tem espaço de sobra para temperar esta sessão de fotos que pode perfeitamente estar representada no álbum de casamento caso seja esse o desejo do noivos !

IMG_7552

CLIQUE na imagem para ver mais fotos desse E-Session: Débora & Pedro

 

+ Mais»

A montanha, a ilha e o deserto…

Cada um desfrutou à sua maneira do período da Copa do Mundo. Eu optei por VIAJAR. Depois de 30 dias de recesso escolar estou de volta. Foram 3 destinos distintos quanto à natureza, mas igualmente espetaculares. Começo me refugiando na montanha. A Serra da Bocaina foi o local escolhido, na divisa do Rio de Janeiro com São Paulo, entre as serras da Mantiqueira e do Mar. Uma cabana de madeira sem energia elétrica. Lugar para contemplar e percorrer caminhos que cruzam riachos e alcançam os cumes dos morros. Enquanto ouvia meus passos na estrada de terra batida, os pensamentos faziam jornadas ainda mais distantes…

untitled-1

Ao fundo a serra da Mantiqueira

+ Mais»